domingo, 12 de abril de 2015

As princesas do Para Sempre

Hoje escrevo para todos os olhos que não se fecham sem um suspiro de Boa Noite. Para quem cresce com os sonhos de uma árvore, presa à Terra mas grande como o pensamento.
Para todos os sorrisos sem dono, para os corações que não dormem e esperam sempre. Ali,no mesmo sítio e à mesma hora.
Para as que não perdem de vista a esperança, para quem acredita que o mar afinal não acaba ali e que nada acaba aqui.
Para todas as lágrimas caídas no fim da estrada percorrida. De alegria. De alívio ou de dor. E tantas vezes dói. Eu sei que dói. Para todas as que acham que morrem na praia. Nunca se morre na praia. Apenas nos é mostrado que não é por ali.
Para as duronas de serviço, que são as primeiras a abraçar a almofada. As que estão prontas para o que der e vier, armadas de defesas até aos dentes e que no fundo só querem um jantar à beira-mar.
Para todas as caras coradas que nunca tiveram um pequeno-almoço na cama, não mudam as flores da jarra para não verem espaços vazios. Para as que guardam os bilhetes de cinema, naquela bolsinha do meio ou no lugar das notas.
Para todas as princesas sem coroa, que sabem com quantos quilates se cobre um desejo. Para as pequenas estrelas que todas nós temos e que nos borramos de medo que nem sempre brilhem.
Para todas as que vêem um herói de capa e espada a caminho, demore o tempo que demorar. Para todas as que já não acreditam que ele chegue, mas que ainda suspiram com a ideia.
Para todas as que sabem o valor de um beijo, da carta nunca escrita ou das desculpas que nunca chegaram ou chegarão.
Ás que sonham dançar à chuva ou no meio do nada, puxadas por um qualquer desconhecido.

São estas as princesas do Para Sempre, seja qual for a duração do sonho, da ilusão, da utopia.
Porque em cada Sempre existe um aperto no peito, um desejo de Que Seja Agora.
Em cada Sempre há um Para Sempre que guardamos cá dentro, na gaveta do Até que Enfim.


14 comentários:

  1. Que texto tão "encantado" em que eu acredito e nunca deixarei de acreditar ;)
    beijo Patrícia Galego

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos ambas Princesas do Para Sempre :) Beijinho***

      Eliminar
  2. Adorei! Também me sinto uma princesa do para sempre ;)

    ResponderEliminar
  3. Princesa do para sempre para sempre, dê a vida as voltas que der! ;) lol Na brincadeira com amigas já disse algumas vezes para proibirmos as nossas filhas, de lerem contos de fadas, mas ÓBVIO que nunca passou à acção nem vai passar!! ;) Há alguma coisa melhor do que crescer a acreditar em contos de fadas? ;) Não, não há! ;) Mesmo que seja uma desilusão, duvido que algum dia ou para alguma pessoa, a dor de perceber que os contos de fadas são simples contos de fadas (ou não! ;) ) seja maior do que um dia perceber que não podemos crescer com a ilusão de um conto de fada! ;) Eu sou fã dos contos de fadas e cá por casa tenho um ser que agora está mesmo no momento auge das princesas, tanto que diz que quando for grande quer ser princesa... claro está! ;) Eu eu digo-lhe que sim, que pode ser e sim vai ser! ;) Não minto... digo a verdade! ;) Pois nem que seja só neste castelo que é a nossa família, será sempre uma princesa a escrever a sua história de encantar, pois dou-lhe asas para criar os seus sonhos e desejos e poder crescer com eles, à medida que vai conhecendo o real e o irreal!! ;) No fundo foi assim que eu cresci e foi maravilhoso! :)
    Boas leituras! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo amiga, as Princesas são princesas cá dentro e pela história que as suporta, pelas convicções e pelos sonhos. Gostei muito das tuas palavras, tu própria uma bela Princesa!!! beijinhos

      Eliminar
  4. Tu escreves tão bem !!!!!
    Somos princesas do Norte ��
    Acredito em contos de fadas e em histórias com finais felizes.
    Amei. És um talento

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, agora babei!!! :) beijinhos***

      Eliminar