quarta-feira, 26 de março de 2014

Garatujar

Hoje foi um dia especial lá no trabalho: após semanas de ensaios, o meu grupo apresentou o primeiro teatro de fantoches (feito com colheres de pau). Sim, aqueles meninos que mal falavam quando lá chegaram, um deles tinha só 8 meses. Outros pouco mais que isso, ainda achavam que o sol tinha mil cores e que um sapato era só para trincar.
Agora já refilam, argumentam como se fossem donos da razão, calçam-se sozinhos, pedem para repetir ás refeições e até me corrigem quando meto o pé na argola.
Lá do alto dos seus quase 4 anos, riem-se quando tropeço ou faço dois totós para me parecer com algumas meninas.
Lá do alto dos seus 4 anos, tiveram de me ouvir em modo repeat durante um mês, com as mesmas falas e músicas, com as interrupções do que estava mal ensaiado e os nervos que todos estávamos.
Já todos sabíamos de cor a história do Teatro: "O monstro das festinhas", que tinha tanto de engraçado como de verdadeiro...no fundo, todos nós procuramos alguém que que nos faça saltar o coração :)


E o meu saltou. No início, durante e no fim, em diferentes estados. De repente, 567 sermões depois e 23145 ensaios repetitivos, ali estavam eles, do alto dos seus 4 anos, a provarem-me que sou uma chata e que sofro por antecipação. Já não era eu que os orientava, eram eles a mim!
Minutos antes, só lhes dizia "Eu e a F., gostamos muito de vocês e vai correr tudo bem!" - o ar deles de desconfiados e ao mesmo tempo de "Isso já sabemos nós...qual a novidade?", fez-me ver o tempo a voar.
Como voa tudo aquilo que gostamos e onde nos sentimos bem.
Ali, na Garatuja (nome do Colégio onde trabalho, que significa os primeiros rabiscos das crianças, quando percebem que podem usar algo para criar numa folha) tudo passa a voar. Pelas boas condições, pelas profissionais, pelas directrizes que seguem, pelo que passam ás crianças e pelo espaço em si.
Tenho muito gosto em fazer parte da equipa, onde amadureci e onde fui eu...sempre feliz.

Visitem o site e "garatujem" connosco - http://garatuja.pt

Até já silenciosos!

14 comentários:

  1. É tão giro ver assim os meninos, compenetrados no que ensaiaram e raramente lhes corre mal. :)
    Deve ser um orgulho. :)
    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Que bom, é reconfortante vê-los assim.

    Beijinho e uma flor

    ResponderEliminar
  3. As crianças são o melhor do mundo :)

    ResponderEliminar
  4. Vânia desculpa a minha ausência não ando muito bem, a minha mãe faleceu e estou com um tendão rasgado no ombro direito que não me permite escrever, para além de não sentir motivação.

    Beijinho e uma flor da avó dos 3 príncipes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não fazia ideia :(
      Minha querida, aqui na Sala não são precisas desculpas. Importante mesmo é recuperares. Força!!

      Eliminar
  5. Hoje enviei-te uma mensagem a dizer que "É preciso Coragem para ser diferente e muita Competência para FAZER A DIFERENÇA" e agora encontro este teu texto aqui como que a reafirmar.
    Beijinho e um abraço terno

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos sempre estas felizes coincidências! :))

      Eliminar
  6. Fico muuuuuito orgulhoso de ti, e feliz por fazeres uma coisa de que te habituaste a gostar/amar. Felizes das crianças (e dos pais) que te são confiadas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pai, ajudaste-me a chegar até aqui!!!
      beijinhos

      Eliminar