terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

De Madrid, con todo mi amor*

Cada vez mais me surpreendo com a rapidez com que o tempo passa por nós. É um ar que se lhe dá e puft...quando menos esperamos, estamos de volta à realidade. Foi assim com Madrid, uma promessa antiga e que só agora conseguimos cumprir.
Ultrapassado o meu medo de voar (já andei várias vezes de avião, mas não há forma de me habituar. Não gosto, morro de medo e desejo a mil à hora que o destino chegue rápido!) lá fomos nós cheios de pica para as linhas de Metro para explorar a bela da cidade. E o Metro, é de facto, o nosso melhor amigo ali. Têm uma vasta rede, que chega a todo o lado e que dá um jeitaço tremendo!!! Oh se dá!
Mal chegámos aos nuestros hermanos, fomos logo ao pito assado...ou seja, um frango à portuguesa :) Já sei, já sei, pouco original mas seguimos o conselho de um amigo que conhecia os donos e nos encaminhou para lá. Foi, há tempos, uma das entrevistas dos "Portugueses pelo Mundo" na Rtp e ainda bem que estão a ter sucesso, já vão na terceira casa!


Seguimos dali para o Parque del Retiro, que eu amei de paixão e onde percebi que a cultura de rua é uma constante e ainda bem :)
Ele é habilidades com Diablos, ele é Teatrinhos de Fantoches, ele é bolas de sabão gigantes, enfim...uma variedade constante!





Esteve sempre um frio de rachar, temperaturas negativas e nem os cães deixaram de se agasalhar para ir dar uma voltinha,


Enquanto explorávamos a cidade, fomos também treinando o nosso Espanhol, porque sou da opinião que devemos fazer um esforço para nos adaptarmos ao país que nos recebe, mesmo que não façam o mesmo connosco. Fartei-me de dizer "Buenos Dias", "Hola", "Pérdon, estoy buscando una calle..." "Una información" "Nosotros somos portugueses..." e confesso que já estava a achar graça. O meu Espanhol era tão mau, que fui confundida com uma Galega, ahahahaha
No entanto, e ainda falando de vocabulário, é engraçado perceber que no contexto deles, há palavras irónicas e muito estranhas para lojas ou objectos,

(desculpem, tinha de pôr esta!)


Línguas à parte, se há coisa que para mim é universal, é a arte. Fazer disso uma forma de vida, é para mim, algo apaixonante. Fazem-no por dinheiro, pedem nas ruas sim, mas pagam-te com aquilo que sabem fazer. Em cada metro, em cada rua, havia sempre algum talento no ar e se pudesse, retribuía a todos.





Visitámos muitos lugares, todos eles imponentes pela arquitectura e pela história em si, desde a Igreja de San Jerónimo,


Plaza Mayor,


Museu do Prado, uma Galeria de Arte com pinturas de Goya, Velásquez, Van Dyck e outros compinchas,


Palácio Real e Catedral de Almudena,



Mercado Del Rastro (uma Feira da Ladra à portuguesa, que se realiza todos os Domingos, e onde centenas de comerciantes vendem de tudo um pouco),


Mercado de San Miguel,



e o Mercado de San Antón, uma delícia!!!


Enfim, não pretendo dar-vos uma seca de fotos mas a minha vontade de partilhar excede qualquer ficheiro. Adorei Madrid, a vida e o movimento, as fachadas dos prédios todas trabalhadas, as ruas sempre limpas e impecáveis, polícias em cada esquina e artistas atrás de artistas. Este senhor, por exemplo, era chinês e aparentava ter uns 60 e tal anos, tinha um ar sábio como o velhinho do Karate Kid e umas mãos de ouro. Apenas com folhas verdes, criava de tudo um pouco: tartarugas, gafanhotos...uma preciosidade :)


Para quem já foi a Madrid, pode aqui matar algumas saudades. Para quem nunca foi, pense em ir. Para quem planeia lá ir, aqui ficam umas dicas gulosas:

Churros com Chocolate, mesmo ao lado do Mercado de San Miguel, a especialidade da zona!


A famosa Paella e as Tapas,



A Taberna mais catita que vimos e onde FINALMENTE havia pratos a preços acessíveis, no bairro La Latina!


As Puertas del Sol,

onde se pode ver o Km.O que é apenas uma chapa no chão mas que enfim, faz parte da visita ;)


E tanta e tanta coisa! Vale tão a pena :)
Pena o frio que passei, esteve sempre um gelo terrível mas nada que impedisse conhecer Madrid.
E eis que à chegada a Lisboa, somos recebidos pela doçura de um arco-íris...


e é nessa altura, que o regresso a casa se torna a melhor das viagens*

Besos****


20 comentários:

  1. Estas viagens são um elixir para a alma...:)

    ResponderEliminar
  2. Pois é amiga, não conheço Madrid mas o que é certo é que semeaste por aqui a vontade de la ir. O plano deste ano é Italia, mas quem sabe Madrid pro ano?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Itália também??? Aqui em casa estamos a falar no mesmo destino :)))
      Sim, visita Madrid, vais-te render!

      Eliminar
  3. Ainda não conheço Madrid...
    Mas sinto muita vontade de lá ir... até porque quero poder saber se consegue apaixonar-me tanto como Barcelona me apaixonou!
    A ver se trato disso, quando a troika deixar!
    Ainda bem que gostaste! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adorei Barcelona, tem uma magia diferente :)
      Durante muito tempo achei que nunca mais veria uma cidade tão marcante, até conhecer Londres :)))

      E Madrid não fica atrás :)

      Eliminar
  4. Madrid é linda! Mas gosto mais de Barcelona!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já foste a Londres? Essa é a minha paixão :)))

      Eliminar
  5. Contigo ao volante da escrita tudo ganha uma cor e intensidade diferente!É apaixonante a tua vontade de Viver a Vida, e partilha que fazes da tua jornada!Até o arco iris te saúda!
    BJS grandes e bem vinda...para brilhares como as cores do arco iris...

    ResponderEliminar
  6. Madrid é bela, sim!!
    Isso é que foi aproveitar :)

    ResponderEliminar
  7. Diz-me a experiência das viagens e os anos que conto que não há nada como o regresso a casa, o aterrar na nossa casa, o aterrar em Portugal, certo? ;) Adorei ler este post, já andava com vontade de vir cá espreitar, mas andava com falta de tempo!! :S
    Achei piada a duas coisas que também me fizeram sorrir aqui em Buenos Aires: as palavras em contextos diferentes!!! ahahah Algumas são de morrer a rir, como "se vende pilas"... vendem-se pilhas! ;) e os mercados de Domingo!!:) Por aqui em Buenos Aires são muuuuuito engraçados, cheios de músicas, artistas e por ai fora!:) Sorri ao ler as "tuas expressões espanholas" fizeram-me lembrar o meu inicio aqui num pais onde não sabia falar a língua, mas tuga que é tuga, gosta do "desenrasque" certo? ;) E lá vamos aprendendo e hoje já concordo quando dizem que a melhor maneira para aprender uma língua é viver num pais fora!;) Pena que a parte monetária não facilite muito estas ideias.... lolol :P
    Beijocas ou besos!;)

    ResponderEliminar
  8. Madrid! só a pronuncia do nome dá uma vontade lá voltar
    kis .=)

    ResponderEliminar
  9. Olá Vânia
    Enviei-lhe agora um email.

    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :) Já vi e já respondi!!!
      Obrigada e bem vinda à Sala :)

      Eliminar
  10. Querida Vânia, adorei esta tua descrição empolgante, da vossa visita a Madrid.
    Eu que já fui algumas vezes, gostei de ver e rever alguns dos sítios que eu amo.
    Sinto-me em Madrid, como em Lisboa. Adoro "bater pé", por essa cidade.
    Obrigada pela partilha. :)
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar